terça-feira, 1 de setembro de 2009

Falhas contra Botafogo e Vitória




Tudo que as previsões aqui do blog queriam, o Cruzeiro não seguiu. Perdeu a chance de encostar no topo da tabela de classificação devido a erros do próprio time.

Não tivemos as postagens do jogo do Bota e do Vitória, nem a prévia deste, porque estive ausente esse fim de semana e não pude ficar online.
Confesso que fiquei feliz de não ver esses jogos. Jogos que o Cruzeiro fraquejou diante de sua defesa incompetente.

Mais uma vez, os erros idiotas do Cruzeiro determinaram o resultado de partidas importantes.

Como não vi as duas partidas, prefiro não relatar como foram os jogos. Mas não posso deixar de destacar que a falta de três jogadores contribuiu muito para a fraca atuação do Cruzeiro. Kléber, Wellington Paulista não entraram contra o Botafogo e o Vitória, e Fábio que não entrou no último jogo contra o time baiano.

O próximo jogo do Cruzeiro será contra o São Paulo, no Mineirão, domingo, 16:00.
Espero que o time se ajeite e pare de cometer erros infantis na defesa.


BOTAFOGO 1 X 1 CRUZEIRO

Motivo: 11ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 27/08/2009
Local: estádio Mineirão, em Belo Horizonte-MG
Árbitro: Héber Roberto Lopes (PR)
Público: 6.472 pagantes
Renda: R$ 78.092,00
Gols: Lúcio Flávio, aos 32 min do primeiro tempo; Thiago Ribeiro, aos 21 min o segundo tempo

Botafogo
Castillo; Alessandro, Juninho, Emerson e Thiaguinho (Jônatas); Leandro Guerreiro, Fahel, Michael (Batista) e Lúcio Flávio; André Lima (Reinaldo) e Victor Simões
Técnico: Estevam Soares

Cruzeiro
Fábio; Jancarlos (Elicarlos), Leonardo Silva, Thiago Heleno e Diego Renan; Fabrício, Henrique, Marquinhos Paraná e Gilberto (Vinícius); Guerrón (Soares) e Thiago Ribeiro.
Técnico: Adilson Batista

Cartões amarelos: Fabrício, Jancarlos, Marquinhos Paraná e Elicarlos (Cruzeiro);
Cartão vermelho: Fahel (Botafogo)


VITÓRIA-BA 3 X 3 CRUZEIRO

Motivo: 22ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 30/08/2009
Local: estádio Barradão, em Salvador-BA
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Público: 8.138 pagantes
Renda: R$ 147.870
Gols: Gilberto aos 2 minutos do primeiro tempo e aos 18 do segundo tempo; Roger aos 21 e aos 43, Thiago Ribeiro aos 31 do segundo tempo e Ramon aos 40.

VITÓRIA-BA
Viáfra; Nino (Jackson), Anderson Martins e Fábio Ferreira; Magal, Uellinton (Leandrão), Vanderson, Ramon e Leandro (Éldson); Neto Berola e Roger.
Técnico: Vágner Mancini

CRUZEIRO
Andrey; Gil, Leonardo Silva e Thiago Heleno; Jancarlos (Vinicius), Fabrício, Henrique, Gilberto (Fabinho) e Diego Renan; Thiago Ribeiro e Soares (Guerrón).
Técnico: Adilson Batista

Cartões amarelos: Fábio Ferreira, Roger e Uellinton (Vitória) Thiago Heleno, Leonardo Silva e Soares (Cruzeiro)
Cartão vermelho: Thiago Heleno (Cruzeiro)


Links:

Comente nossos artigos na parte inferior do post ou envie um email para blog-azul@hotmail.com
Para ver todos jogos do Cruzeiro, entre no canal Blog Azul no Youtube
Para receber todas nossas postagens no seu email clique aqui
Imagens: Vipcomm Cruzeiro

Valeu Nação!

Rafael Amaral

4 comentários:

Gremista Fanático disse...

O Cruzeiro teve tudo pra conseguir os 6 pontos nessas partidas mas acabou somente com 2, menos mal que os jogos foram fora de casa, abraço.

Saudações do Gremista Fanático

Saulo disse...

Eu acho que a decepção desse brasileiro é o Cruzeiro.

Wilson Hebert disse...

Naquele momento em que o Cruzeiro so perdia e tinha varios jogadores expulsos, eu tava achando estranho tudo aquilo. O tima não é ruim e de fato não condiz com essa realidade.

Quando começou a ganhar, eu achei que as coisas voltariam ao seu lugar normal. Mas agora parece que tudo desandou.

Eu realmente não consigo entender o Cruzeiro.

** Aviso a NAÇÃO CELESTE!!!

No blog Pitacos do Bodaum foi postado sobre a final do Campeonato Brasileiro de 1974 envolvendo toda aquela polemica. Aguardo os Pitacos cruzeirenses...

http://pitacosdobodaum.blogspot.com

Abraço!

Carlão Azul disse...

Não desandou ainda, afinal temos vários jogos sem perder e tivemos uma expulsão contra o vitória que pode ser considerada totalmente NORMAL, bem diferente daquelas outras anteriores que eram sim ENCOMENDADAS para tirar o Cruzeiro da briga.
Esse ano tá mesmo perdido, a ARBITRAGEM contribuiu pra desmanchar as pretensões do Cruzeiro, aliada ás bobeiras que o time deu.

Abração Rafael.